E-learning

Hoje, todo mundo passa horas em redes sociais, blogs, chats, acessando conteúdos. São ferramentas muito legais, mas também escondem algumas armadilhas. Acesse e saiba mais.

Tags: Tutorial, Crianças, Casa, Acidentes

cartão de débito cartão de débito

Os cartões magnéticos do Itaú são pessoais e intransferíveis e guardam informações de cada cliente. Por isso, nunca devem ser emprestados a outra pessoa e precisam ser assinados no verso assim que chegarem do banco.

Com o seu cartão magnético é possível fazer compras e debitar os pagamentos diretamente na sua conta. Você digita sua senha através de uma conexão segura. Essa segurança fica reforçada quando se usa discrição e cuidado, impedindo que alguém veja o que foi teclado no aparelho.

Fique atento:

  • cartões Itaú vêm com chip, um dispositivo colocado nos cartões dos clientes, que não permite a clonagem devido a sua criptografia e que, para reforçar ainda mais a segurança exige senha.

  • Ao realizar suas compras, prefira estabelecimentos cujos terminais estejam preparados para ler o chip. Isso torna a sua compra muito mais segura.

  • Nunca aceite ajuda de estranhos. Lembre-se que os funcionários do Itaú nunca pedem as senhas do cliente, ficam apenas no hall de atendimento das agências somente no horário comercial e devidamente identificados.

cartão de débito cartão de crédito

O cartão de crédito Itaú possui chip, o que garante ainda mais segurança nas transações. Mesmo assim, é necessário ficar atento para evitar outros tipos de golpes e riscos.

  • Fique atento a e-mails e mensagens solicitando o número do seu cartão ou outras informações. O Itaú nunca entra em contato ou envia email solicitando dados pessoais, senha etc.

  • Caso você solicite um cartão e não o receba dentro de 10 dias, comunique imediatamente o banco. Ele pode ter sido extraviado.

  • Ao fazer compras ou saques fique atento a esbarrões aparentemente acidentais. Em casos como esse, certifique-se que não houve a troca de seu cartão.

  • Em caso de dúvidas, só recorra a funcionários identificados e que estão na agência em horário comercial.

  • É muito importante que você comunique o banco quando for viajar ao exterior, compras fora do seu perfil podem ser bloqueadas. Ao avisar o banco, você viaja tranquilo e evita possíveis utilizações indevidas do seu cartão.

  • Acompanhe suas transações durante o processo de pagamento das suas compra.

  • Nunca empreste seu cartão para outras pessoas, nem permita que alguém o examine. Mesmo que seu cartão tenha chip, com informações como número, nome, validade e código de segurança, é possível realizar compras pela internet.

como acontecem fraudes em cartões como acontecem fraudes em cartões

  1. Obtenção do cartão eletrônico

Para acessar a conta de um cliente através do caixa eletrônico ou fazer uma compra, o fraudador precisa primeiramente do cartão eletrônico do cliente. O cartão pode ser conseguido da seguinte forma:

  • O fraudador oferece ajuda ao cliente
    A pessoa que pretende cometer a fraude oferece ajuda ao cliente, ao entregar o cartão para esse falso atendente, o fraudador faz a troca sem que o cliente perceba.

  • O fraudador “esbarra” no cliente enquanto ele está segurando o cartão
    Se o cartão cair, o fraudador tenta pegá-lo e devolve ao cliente, pedindo desculpas pelo esbarrão. Mas sem que o cliente perceba, a pessoa que pretende praticar a fraude troca os cartões e fica com o cartão do cliente.

  1. Obtenção das Senhas

Para realizar uma transação bancária fraudulenta através do atendimento automático ou para fazer uma compra com o cartão de um cliente, o fraudador também precisa das senhas. O fraudador pode obter as senhas das seguintes formas:

  • Fica de olho no cliente enquanto este utiliza o atendimento automático
    Sem que o cliente perceba, o fraudador, que pode ser o próximo cliente na fila do caixa, observa as teclas que o usuário digita. O teclado variável impede que o fraudador obtenha a senha do cliente, mas se a senha for composta por datas de aniversários ou outros números fáceis de descobrir, assim, o fraudador poderá deduzir a senha.

  • Passando-se por um falso atendente
    O fraudador diz que é funcionário do banco e pede alguns dados do cliente, como data de nascimento e senha do cartão, para “verificar” o funcionamento do atendimento automático. Se o cliente der estes dados ao “falso atendente”, este terá as informações necessárias para a fraude.

  1. Ocorrência da Fraude

Com o cartão eletrônico e as senhas do cliente em mãos, o fraudador pode realizar operações no atendimento automático ou fazer compras em estabelecimentos que não lêem o chip do cartão.

Sempre confira o seu saldo e confira também as transações listadas em seu extrato. Fique sempre atento à movimentações financeiras e, em caso de suspeita de irregularidade, informe imediatamente o seu gerente e troque todas as suas senhas.

cheques cheques

  • Ao receber um novo talão, confira os dados impressos e verifique a quantidade de folhas. Se houver alguma divergência, comunique seu gerente ou a Central de Atendimento.

  • É indispensável solicitar o desbloqueio dos cheques antes de sua utilização pelos canais do Itaú 30 horas: na internet, no telefone ou nos canais eletrônicos.

  • Guarde os talões em local seguro.

  • Utilize sempre a assinatura cadastrada no banco, e em caso de alteração, atualize-a na agência.

  • Não entregue seus cheques para outra pessoa preencher nem utilize canetas oferecidas por estranhos. Utilize canetas na cor azul ou preta.

  • Para sua segurança, acompanhe regularmente seu extrato.

  • Em caso de perda, furto ou roubo de cheques, cancele-os imediatamente em qualquer agência, pelo telefone ou pela internet e registre o fato em um Boletim de Ocorrência.

  • Preencha os dados com espaçamento mínimo entre as palavras e risque os espaços não utilizados, inclusive no campo Valor.

  • Não rasure o cheque.

  • É obrigatório por lei escrever o nome do favorecido nos cheques acima de R$100,00, evitando a sua devolução.

  • Escreva o motivo ou a finalidade da emissão no verso do cheque quando for efetuar pagamentos. Além disto, não esqueça de cruzá-lo.

  • Não coloque números no mês de emissão do cheque. Escreva por extenso.

  • Ao receber seu lote de cheques, sempre verifique a integridade do envelope e dos talões.

como acontecem fraudes em cheque como acontecem fraudes em cheque

Geralmente as fraudes em talões de cheques ocorrem de duas formas:

  • Fraudadores aproveitam de seu descuido na hora de guardar seu talão de cheques e se apoderam de algumas folhas avulsas ou do talão por completo. Com seu cheque em mãos, os fraudadores causam muitos prejuízos financeiros. Portanto, evite circular com todo o talão de cheque; leve apenas a quantidade de folhas que pretende utilizar no dia.

  • Não aceite solicitações para trocar cheque por dinheiro. Cheques em mãos de pessoas mal intencionadas podem sofrer adulterações nos valores ou até mesmo nos dados do cheque.