Almanaque

Leia para uma criança

Autor: Hellenice Ferreira

Ilustrador: Martha Werneck

Editora: Escrita Fina

Frederico

Um pássaro que cai de seu ninho e uma jovem que resolve cuidar dele. Nessa história cheia de delicadeza e ternura, os dois passam a viver um na vida do outro. O texto e as imagens expressivas se encaixam e fazem de cada página deste livro, um verdadeiro quadro. Sua autora, Hellenice Ferreira, revela, a partir de uma história real, os laços entre uma criança e um animal.

Autor: Tino Freitas

Editora: Callis

O livro das bolhas de sabão

Tino Freitas, autor, ilustrador e promotor de projetos de incentivo à leitura, faz deste livro uma grande brincadeira. Para brincar, basta seguir as instruções: virar as páginas, soprar, inclinar o livro. As bolhas de sabão te convidam a entrar no jogo. E sabe o que mais? Você é fundamental para a brincadeira acontecer.

Autor: Christine Davenier

Editora: Brinque Book

Leo e Albertina

Um porquinho apaixonado por uma galinha ... Ele se desdobra para chamar atenção dela e ela nem nota sua presença. Então, Leo decide pedir conselhos para seus amigos. Será que alguém poderá ajudá-lo a conquistar Albertina? Na obra “Leo e Albertina”, você se encantará com as brincadeiras de Leo, que faz de tudo para chamar a atenção de sua amada Albertina.

Autor: Trish Cooke

Ilustrador: Helen Oxenbury

Editora: Ática

Tanto, tanto!

“Vamos fazer uma festa? Mas é surpresa, hein!” Como é bom festejar a vida, principalmente em família. Na obra “Tanto, Tanto!”, esse momento é narrado de uma maneira bem divertida. Por isso, aproveite esta oportunidade, e leia este livro com toda a família reunida!

Autor: Angela Lago

Editora: Cia das Letrinhas

Sete histórias para sacudir o esqueleto

Quer sentir uma pontinha de medo e rir ao mesmo tempo? Então, delicie-se com sete casos de assombração (e de esperteza), do livro “Sete histórias para sacudir o esqueleto”, colhidos na melhor tradição popular brasileira. Essas histórias, de forma bem humorada, narram as peripécias de defuntos “que não morreram”, fantasmas, esqueletos e gente distraída que caminha à noite pelos cemitérios!

Autor: Suzy Lee

Editora: Cosac Naify

Sombra

Quem nunca brincou com a própria sombra projetada na parede? Mas, e se essas sombras ganhassem vida? No livro de imagens Sombra, a personagem desenha um pássaro com a mão, assim como sombras inusitadas são projetadas a partir de objetos variados, mostrando o quão tênue é o limite entre a imaginação e a realidade.

Autor: Fernando Vilela

Editora: DCL

Comilança

Como poderíamos conhecer melhor sobre a cadeia alimentar? Fernando Vilela nos convida, na sua obra “Comilança”, a desvendarmos como é a alimentação dos animais que vivem na floresta amazônica. É um tal de um bicho que come outro que, ao final, quem sobrará? Só resta um jeito de saber: lendo este livro!

Autor: Lane Smith

Editora: Cia das Letrinhas

É um livro

É difícil de acreditar, mas: O que é um livro? Como ele funciona? Como usar? Não precisaria de um manual de instrução para rapidamente compreender o que é um livro. A partir de um diálogo entre um macaco e um burro, “É um livro” fala da função e do uso do livro em meio às tecnologias.

Autor e ilustrador: Graça Lima

Editora: Paulus

Abaré

O livro conta a história de um indiozinho muito especial que vive uma rica aventura pela floresta, recheada de novos lugares e amigos.

Abaré significa “amigo” em tupi-guarani. Esse é o nome que recebe um indiozinho muito especial, personagem central do livro. A obra conta, por meio de belas ilustrações, a história desse indiozinho curioso e esperto que adora conhecer novos lugares e descobrir as diferenças que existem em cada espécie. Os caminhos por onde ele passa, os animais que ele encontra e até as surpresas que ele vê, tudo isso ensina e ajuda o nosso amigo a amadurecer. De todas as descobertas, a maior delas será a amizade, sentimento para ser levado vida afora.

Autor e ilustrador: Oliver Jeffers

Editora: Salamandra

Achados e perdidos

O que você faria se encontrasse um pinguim na porta da sua casa? O menino da história de Oliver Jeffers não fazia ideia de onde ele tinha vindo, mas o pinguim começou a segui-lo por todo o lado. Será que ele estava perdido? O menino estava determinado em ajudar o pinguim a achar o caminho de casa, mas não sabia como, afinal, os pinguis vêm do polo sul. Como chegar lá? Juntos, fizeram um barco, enfrentaram dias e noites no mar e, apesar do cansaço, o menino contava histórias durante todo o caminho. E o pinguim escutava com muita atenção.

Um livro singelo que fala da amizade de uma forma simples e comovente.

Autor: Tatiana Belinky

Ilustrador: Roberto Weigand

Editora: Paulinas

Dez sacizinhos

Uma viagem pela magia e encanto de um dos personagens mais conhecidos do folclore brasileiro, o saci, menino negro, com uma perna só, que fuma cachimbo e usa carapuça vermelha que lhe confere poderes mágicos. Dez sacizinhos é uma parlenda que, entre versos e estrofes, conta (matematicamente) sobre dez graciosos sacizinhos que desaparecem, um a um. A Cuca acompanha o desenrolar da história camuflada nas formas e cores intensas das ilustrações.

Escrito por Tatiana Belinky, uma das escritorias mais importantes de literatura infanto-juvenil em língua portuguesa, "Dez sacizinhos" recebeu o prêmio Jabuti de ilustração de livro infantil e juvenil e o selo de “Altamente recomendável”, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).

Autor: Keith Faulkner

Ilustrador: Jonathan Lambert

Editora: Cia das Letrinhas

O porco narigudo

Há muito tempo, os porcos tinham nariz comprido e pontudo. Como foi que acabaram ficando com o focinho achatado? Tudo aconteceu porque um certo porco muito orgulhoso saía por aí se exibindo para todo o mundo e comparando o seu narigão com o do tamanduá, por exemplo. Mas um dia ele deu uma topada... e ficou com nariz de tomada.

Os livros-brinquedo, como "O porco narigudo" e "O sapo bocarrão", com imagens coloridas que "saltam" das páginas, fazem a alegria dos pequenos. Título Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil - FNLIJ 1997, categoria livro-brinquedo

Autor: Julia Donaldson

Ilustrador: Axel Scheffler

Editora: Brinque Book

Macaco danado

Todo filhote se parece com a mãe? Na natureza não é bem assim.

A borboleta tenta ajudar o macaquinho a encontrar a mamãe macaca. Ela tem uma cauda elegante, mas não é uma cobra; tem pernas compridas, mas não é uma aranha; vive saltando, mas não é sapo. Macaco danado, em versos e com uma ilustração muito divertida, mostra que muitas vezes a descrição de parte de um todo pode nos remeter a outro todo, completamente diferente. Principalmente em se tratando de macacos, borboletas e seus respectivos filhotes.

Autor: Jeny Pinkney

Editora: WMF Martins Fontes

O leão e o camundongo

Era uma vez um leão que, num ímpeto de generosidade, devolveu a liberdade a um ratinho que estava prestes a ser devorado. Mais tarde, o ratinho teve oportunidade de retribuir esse gesto roendo as cordas de uma cruel armadilha que prendia o leão. Neste livro sem texto, essa história bem conhecida é contada por meio das belíssimas imagens de Jerry Pinkey. São ilustrações de página inteira, que impressionam por sua altivez. Cada vez que folheamos o livro, nossos olhos captam novas cores e novos detalhes que vêm enriquecer a história.

Autor: Flávia Maria

Ilustrador: Millôr Fernandes

Editora: Cosac Naify

Maurício, o leão de menino

O cartunista Millôr Fernandes, em parceria com a escritora Flavia Maria, relança Maurício, o leão de menino, com mais ilustrações. Jaguar, que assina a quarta capa, comemora: “Um bom texto de literatura infantil, como este de Flavia Maria, e ainda por cima ilustrado pelo Millôr, deve ser festejado”. O livro teve sua primeira edição em 1969 e conta a história de um leão bem diferente, que mora dentro do guarda-roupa de um garoto. É certo que o menino nunca o viu, mas, quando criança, não é preciso ver para ter certeza de que algum bicho muito feroz vive dentro do armário. Um dia, o menino se enche de coragem e resolve tirar esta história a limpo. E conhece Maurício, o leão de menino, que logo dá uma lambida na bochecha dele, mostrando amizade. Dono de um traço e de um humor incomparáveis, Millôr combina desenhos sintéticos ao texto prosaico de Flavia Maria, que esbanja irreverência.

Autor: Fiona Rempt

Ilustrador: Noelle Smit

Editora: Manati

Superamigos

Dia de festa na floresta! É aniversário do caracol. Cada amigo lhe dá um presente mais curioso que o outro. O caracol está agradecido, mas um pouquinho triste. É que ele não consegue correr e farrear como os outros e também não entendeu para que servem seus presentes... Por sorte, certas pessoas percebem nossas necessidades especiais, adivinham nossos desejos mais secretos e sabem espantar a tristeza para outro planeta. São os superamigos! Eufórico, o caracol descobre que cada presente é, na verdade, uma peça da melhor surpresa de sua vida: um carrinho possante que vai turbinar para sempre essa superamizade!

Publicado em vários países, este livro, que faz a delícia de muitas crianças e adultos do Brasil, marca a estreia das autoras no país.

Autor e ilustrador: Mariana Massarani

Editora: Global

Os mergulhadores

Dinorá e Ubiratã são mergulhadores e moram num veleiro, o Plâncton. Há vários anos eles navegam e mergulham na costa do Brasil. Os dois levam turistas para conhecerem o fundo do mar. Quando acham um lugar bacana jogam a âncora e ficam por um tempo na vizinhança. Seus sobrinhos, Antônia e Gabriel, sempre passam uns dias no barco com eles.

Assim começa mais uma história escrita e ilustrada por Marina Massarani. Mar transparente, cardume, linguado, raia, tartaruga-verde, navio afundado, máscara, nadadeiras e esnórquel são ingredientes que fazem dessa narrativa uma descontraída viagem de descoberta, aprendizado e prazer.

Autor: Maurice Sendak

Editora: Cosac Naify

Onde vivem os monstros

Com mais de 18 milhões de exemplares vendidos só nos Estados Unidos, vencedor dos principais prêmios literários, traduzido para mais de 20 idiomas, aclamado pela crítica, Onde vivem os monstros, de Maurice Sendak, é um clássico.

Na história escrita em 1963, o garoto Max, vestido com sua fantasia de lobo, faz tamanha malcriação que é mandado para o quarto sem jantar. Lá, ele se transporta para uma floresta, embarca em um miniveleiro, navega pelo oceano, até chegar numa ilha, onde vivem os monstros.

Com o seu olhar firme, consegue dominá-los e é coroado rei. Max, então, fica livre para mandar e desmandar, longe de regras ou restrições. Mas, quando a saudade de casa e daqueles que realmente o amam começa a apertar o peito, Max fica em dúvida sobre suas escolhas.

Autor: Ilan Bernman

Ilustrador: Renato Moriconi

Editora: Cia das Letrinhas

Telefone sem fio

Ilan Brenman, autor de muitos livros de sucesso, não tirava da cabeça a cena de um grupo de crianças e adultos falando um no ouvido do outro, ao brincar de telefone sem fio, e as variadas expressões - de curiosidade, alegria, estranheza - que cada um fazia ao ouvir o cochicho.

Pensou que essa experiência poderia se transformar em livro. Chamou seu amigo Renato Moriconi, que também é autor de livros infantis, para escrever essa obra a quatro mãos. O resultado é um livro só de imagens com vários personagens inusitados, cochichando um na orelha do outro.

O que cada um estará cochichando ao pé do ouvido só mesmo as crianças poderão dizer.

Autor: Audrey Wood

Ilustrador: Don Wood

Editora: Ática

A casa sonoleta

Numa casa sonolenta com uma cama aconchegante, todos estão sempre dormindo. As repetições no texto dão o tom sonolento, que é interrompido por uma pulguinha acordada.

As ilustrações são parte fundamental da narrativa, suas cores e nuances acompanham o ritmo da história. Esse livro pode ser lido diversas vezes sem cansar, a cada nova leitura, percebe-se um detalhe diferente. Diversão garantida para adultos e crianças.

Autor: Arden Druce

Ilustrador: Pat Ludlow

Editora: Brinque Book

Bruxa, Bruxa – venha à minha festa

Uma garota convida vários personagens para sua festa. E lá vão: bruxa, gato, espantalho, coruja, árvore, duende, dragão, pirata, tubarão, cobra, unicórnio, fantasma, babuíno, lobo e, epa!, Chapeuzinho Vermelho?

Que tipo de festa será? Será que eles irão?

Explorando as exuberantes ilustrações de Pat Ludlow, pais e filhos irão passar horas divertidas ao tentar decifrar o final dessa história interativa escrita por Arden Druce de forma envolvente e original.

Uma história diferente que mostra como a imaginação das crianças as faz capazes de se deliciar com a ideia do medo. Este livro é sucesso garantido entre as crianças! Vamos continuar? Quem mais irá à sua festa?

Autor e ilustrador: Roger Mello

Editora: Global

Selvagem

A história de Roger Mello - artista jovem, porém já com uma obra vasta, diversa e de grande qualidade - surpreende, desconcerta e convida o leitor não a uma, mas a várias leituras. Selvagem surpreende porque não segue um caminho definido; desconcerta, porque coloca o leitor diante de situações que exigem novos olhares para a leitura do imprevisível, do incomum e suscita novas posturas diante do conhecido. No decorrer da história, a perspectiva do olhar muda e, com ela, muda a trajetória dos acontecimentos. Ao final, a interrogação.

As várias possibilidades. E a necessidade de rever posturas...