Fundação Itaú Social

O Banco Itaú entende que a educação é o caminho para o desenvolvimento integral do País de maneira sustentável. Sua atuação no campo social se dá por meio da Fundação Itaú Social, cujas atividades centrais são a formulação, implantação e disseminação de metodologias voltadas à melhoria de políticas públicas na área educacional e à avaliação de projetos sociais.

Constituída em 2000, a Fundação atua em todo o Brasil em parceria com as três esferas de governo (federal, estadual e municipal), com o setor privado e com organizações da sociedade civil. Esse estabelecimento de alianças estratégicas agrega expectativas e olhares diversos, o que contribui para a elaboração conjunta de soluções para as demandas do povo brasileiro. Também é uma maneira de garantir a perenidade das ações e ganhar escala, alcançando cada vez mais beneficiários.

Além das alianças externas, a Fundação Itaú Social também conta com o apoio de áreas de negócio do Banco. Diversos departamentos do Itaú fornecem apoio técnico para a viabilização dos programas sociais. A rede de agências e as lojas também têm importante papel na disseminação dos programas, o que estimula a aproximação com as comunidades locais. Estas alianças internas são fortalecidas com o alinhamento conceitual, estratégico e operacional entre a Fundação Itaú Social e as demais áreas internas do Itaú.

A coautoria dos projetos com o poder público e demais parceiros garante a adesão e identidade local aos projetos, a potencialização do alcance das ações, a sintonia com a demanda local e a capacidade de influir em políticas públicas. Além disso, sistematizar e socializar os conhecimentos permite a disseminação de metodologias, a transparência e abertura dos trabalhos desenvolvidos e a ampliação do alcance das ações.

O conjunto de ações e programas que a Fundação desenvolve e apoia tem como foco a educação integral, o desenvolvimento da capacidade de leitura e competências de escrita, a ampliação das oportunidades de inserção social da juventude e a disseminação da cultura de avaliação econômica de projetos sociais. São parceiros na área educacional, por exemplo, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Canal Futura. O Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) realiza a coordenação técnica de diversos projetos.

  Topo