Itaú Criança

O Itaú Criança é um programa de mobilização pela defesa dos direitos da criança e do adolescente que, por meio das agências Itaú, Itaú Personnalité e lojas Taií, promove estratégias de participação dos colaboradores, clientes, parceiros e comunidades. O Itaú Criança se beneficia da capilaridade das unidades de negócio e da força de mobilização dos colaboradores.

Os principais objetivos são envolver a escola pública oferecendo folhetos com dicas sobre como os pais podem ajudar no processo de aprendizagem de seus filhos; ambientar todas as agências, estimulando clientes a assinarem um compromisso com a educação de qualidade; e implicar funcionários, clientes e a comunidade com a doação de livros para complementar o acervo das bibliotecas escolares. As iniciativas do programa são bastante diversificadas.

Em 2006, foi realizada a divulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), sensibilização dos colaboradores com distribuição de cartilha sobre o ECA, ambientação da administração central e distribuição nas agências de folhetos sobre o assunto. O programa ofereceu, ainda, apoio à Pastoral da Criança na ação de desenvolvimento da aprendizagem das crianças atendidas, arrecadou livros nas agências e incentivou destinação de recursos aos Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e Adolescente.

O envio de cartilha explicativa do programa aos colaboradores, ambientação das agências, ações de merchandising e a divulgação do Compromisso Todos pela Educação em escolas e agências Itaú foram ações de 2007. As agências identificaram a escola pública mais próxima e, em visita a ela, distribuíram folhetos que orientam os pais em como contribuir na aprendizagem de seus filhos.

Na semana da criança, as agências foram ambientadas com totens contendo um livro de assinaturas. As pessoas que passavam por esse ambientes foram convidadas a definir e assinar o seu compromisso. Foram ainda distribuídos folhetos com informações e dicas de como participar e contribuir com a educação de qualidade.

A Fundação adquiriu livros e fez parcerias com editoras que fizeram doações para formar kits com 100 livros. Essas publicações foram enviadas a cada agência, que estabeleceu relação com uma escola. Em parceria com empresas de logística e transporte que prestam serviço ao Itaú, funcionários voluntários prepararam os kits enviados às instituições educacionais, junto com placa para ser colocada na biblioteca e manual de orientação de uso dela. Toda a rede foi envolvida no processo, 86 mil compromissos foram assinados, 2.178 escolas públicas receberam livros. Foram também distribuídos, nas agências, folhetos explicativos da lei que permite dedução no imposto a pagar com repasse de recursos para o Fundo da Infância.

Em julho de 2008, as escolas públicas beneficiadas pelo Programa Itaú Criança no ano anterior foram revisitadas pelos gerentes das agências e receberam uma publicação do Fundo das Nações Unidas para a Criança (Unicef) sobre boas práticas em educação e um kit de contação de histórias, composto por fantoches e material explicativo, que oferece sugestões para estimular a leitura e a escrita.

Em outubro do mesmo ano, todas as agências Itaú foram ambientadas para uma grande mobilização em favor do direito das crianças e adolescentes a educação de qualidade. Mais de 1.700 escolas públicas foram adotadas pela rede Itaú, nas quais foram distribuídos folhetos de orientação aos pais de alunos, mostrando formas simples e eficientes para contribuir com a aprendizagem de seus filhos.

Essas instituições escolares também foram beneficiadas com os livros infanto-juvenis arrecadados nas agências e lojas. As publicações foram doadas junto com mais 100 títulos (adquiridos pela Fundação Itaú Social e doados pelas editoras Abril, Paulus, DCL, Melhoramentos e Positivo), contribuindo, assim, para a ampliação do acervo da biblioteca escolar. Também foi entregue uma estante móvel para acomodar os livros. As empresas de logística e transporte, prestadoras de serviço ao Itaú - Metrolog e Jadlog – cuidaram para que tudo chegasse a seu destino.

Outra novidade da última edição foi a criação do Rally Itaú Criança, uma gincana social com a participação dos funcionários do Centro Empresarial Itaú Conceição (CEIC), em São Paulo. Os participantes tiveram de cumprir tarefas para acumular pontuação como arrecadar livros, responder a um quiz sobre educação e fazer atividades voluntárias na escola eleita. Foram envolvidas 3.189 pessoas nessa ação, desenvolvidas mais de 130 atividades voluntárias diferentes, arrecadados 56.014 livros e adotadas 41 escolas.

  Topo