No seu dia a dia

Guias e outras publicações

Plataforma Cidades Sustentáveis

A Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis, o Movimento Nossa São Paulo e organizações apartidárias e inter-religiosas da sociedade civil desenvolveram a Plataforma Cidades Sustentáveis, uma publicação que apresenta práticas de sustentabilidade urbana abordando diversos temas como energia e mobilidade. A publicação foi subdividida conforme a própria estrutura de atuação da plataforma, ou seja, de acordo com os temas que são desenvolvidos no projeto, facilitando o entendimento geral dos temas através de exemplos práticos de ações sustentáveis nas cidades. Os temas abordados vão desde Governança, Bens Naturais Comuns, Equidade até Planejamento e Desenho Urbano e Consumo Responsável. Todos os temas possuem exemplos de práticas de sucesso ao redor do mundo.

Um dos exemplos descritos pela plataforma é um programa de energia solar desenvolvido em uma cidade de 3 milhões de habitantes na China, que resultou em uma economia anual de 52.860 toneladas de C02. Outros exemplos são os planos de mobilidade sustentável aplicados nas cidades das regiões de Lion (na França) e de Barcelona (na Espanha). As medidas implantadas nestas práticas se basearam na participação de diversos segmentos sociais, além dos governos locais, e trouxeram expressiva melhora na eficiência e cobertura do transporte público, assim como a ampliação do uso de veículos com energia limpa (bicicletas e bondes, por exemplo).

A importância desses exemplos se deve ao fato de as cidades e a civilização urbana serem uma das principais manifestações da degradação ambiental pela ação humana. A quantidade de poluição e gases do efeito estufa emitida pelas cidades é gigantesca, e a sua proporção ultrapassa em muito as zonas rurais. Com a necessidade e tendência de desenvolvimento econômico global, o processo de urbanização é quase inevitável. O Brasil, um dos principais países em desenvolvimento, já possui 85% de sua população vivendo em cidades. Esse processo pode ser ainda mais perigoso para o meio ambiente e a biodiversidade em países como a China e a Índia, com suas populações atingindo a casa dos bilhões, que podem consumir de forma predatória os recursos naturais, acelerando o processo de mudanças climáticas e trazendo graves consequências ambientais e sociais para o mundo. Daí a importância de trazer exemplos e práticas sustentáveis para as grandes cidades. Assim é possível traçar e criar novas alternativas de desenvolvimento que respeitem o meio ambiente, as comunidades e ao mesmo tempo sejam economicamente eficientes.

Para baixar o conteúdo na íntegra clique aqui: http://www.cidadessustentaveis.org.br/downloads/publicacaoweb.pdf.