Sustentabilidade no Itaú

Perguntas e Respostas

Por que o Itaú Unibanco se preocupa com sustentabilidade se os bancos não estão entre as empresas de maior impacto ambiental?

Quando falamos em impacto direto, certamente o setor financeiro não é um dos mais importantes. No entanto, quando falamos em impacto indireto – por meio dos negócios que possibilitamos com crédito, seguros e investimentos – aí sim o setor financeiro pode ter um grande peso. Com nossa atuação, viabilizamos negócios nos mais diversos setores da economia e, por tal razão, a sustentabilidade é uma questão central para os bancos. Ao considerar aspectos sociais, ambientais e de governança no processo de análise de risco e buscar novas oportunidades de negócios, ajudamos as empresas a identificar aspectos de gestão que podem ser melhorados. Desse modo, incentivamos a adoção de boas práticas por parte dessas empresas, com impacto em suas redes de relacionamentos. Assim, por meio de nossos negócios, podemos inspirar mudanças positivas em todo o mercado. Entendemos que esse é o nosso papel, como empresa, na sociedade.

Quando o Itaú Unibanco resolveu adotar essa filosofia e como ela evoluiu dentro do banco?

As duas instituições que deram origem à organização, o Itaú e o Unibanco, realizavam uma série de iniciativas de peso na sociedade. O Instituto Cultural Itaú, por exemplo, nasceu em 1987, e o Instituto Unibanco, em 1982. Somos o único banco do país no Índice Dow Jones de Sustentabilidade, um dos mais respeitados índices de performance empresarial sustentável do mundo, desde que ele foi criado, em 1999. Em 2004, já estávamos trabalhando em ações para promover o uso consciente do dinheiro. Em 2005, entramos para o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bolsa de Valores de São Paulo.

Quando começamos a integração dos dois bancos, no final de 2008, o tema ganhou força e, no mesmo ano, lançamos a Essência da Sustentabilidade, um documento que reunia oito temas fundamentais para nossa estratégia de sustentabilidade. Esse documento foi submetido à consulta de stakeholders, em três painéis realizados ao fim de 2009.

Em 2010, lançamos a visão da empresa que estava nascendo: "ser líder em performance sustentável e em satisfação de clientes" e o Nosso Jeito de Fazer, a cultura corporativa criada para atingirmos nossa visão. Construímos também o propósito de nossa marca, que é ser um agente de transformação.

Em 2011, iniciamos um abrangente processo de consultas internas e externas que culminaram na definição do que é performance sustentável para nós (gerar valor compartilhado para colaboradores, clientes, acionistas e sociedade, garantindo a perenidade do negócio). Também definimos três focos estratégicos de atuação: Educação Financeira; Riscos e Oportunidades Socioambientais; e Diálogo e Transparência.

O que é performance sustentável para o Itaú Unibanco e como se pode chegar a ela?

É gerar valor compartilhado para colaboradores, clientes, acionistas e sociedade, garantindo a perenidade dos negócios.

Tudo começa com nossos colaboradores e a maneira pela qual nos relacionamos com eles. Acreditamos que, ao promovermos o desenvolvimento das pessoas por meio de uma cultura forte, da prática da meritocracia, de um bom clima organizacional e de práticas de incentivos que contemplem a visão de curto a longo prazo, desenvolvemos em nossas equipes, cada vez mais, o orgulho de pertencer ao Itaú Unibanco.

Colaboradores satisfeitos e que se identificam com os valores e as estratégias da organização são incentivados a desenvolver e oferecer produtos e serviços adequados às necessidades dos clientes.

Dessa forma, estamos no caminho para atingir a satisfação dos clientes. É fundamental promovermos relações cada vez mais equilibradas e de longo prazo, pautadas pela transparência das informações, pela oferta de soluções financeiras adequadas ao ciclo de vida de cada pessoa ou empresa e pela educação financeira. Além disso, é muito importante considerarmos questões socioambientais no desenvolvimento de novos produtos e serviços, bem como nas análises de riscos.

Ao atingirmos a satisfação dos clientes, permanecemos nas escolhas financeiras que eles farão ao longo de suas vidas. Isso gera resultado financeiro para nossos acionistas e a manutenção de um negócio viável no longo prazo.

Para o Itaú Unibanco, não basta gerar resultado financeiro. Nós também queremos gerar valor compartilhado. Valor é um conceito cuja prática pressupõe benefícios para ambos os lados, mesmo que vistos de formas diferentes. Incorpora nossas promessas e realizações, que são fundamentais para permanecermos na escolha dos diferentes públicos no longo prazo, de forma perene.

E é a partir da crença no valor compartilhado que pautamos nossa atuação perante a sociedade. Queremos ser parceiros no desenvolvimento das pessoas, da sociedade e dos países onde atuamos e – por meio de um diálogo permanente – entender suas expectativas para agir, de maneira ética e responsável, diante dos novos desafios. Com isso, seremos cada vez mais um agente de transformação. Entendemos que esse é o jeito certo de fazer negócios e que só dessa forma nos manteremos na escolha permanente dos nossos públicos, alcançando a performance sustentável.

Como a sustentabilidade é vinculada à agenda de negócios da organização?

A integração da sustentabilidade à agenda de negócios do Itaú Unibanco é concretizada por meio de iniciativas e projetos nos três focos estratégicos: Diálogo e Transparência, Educação Financeira, Riscos e Oportunidades Socioambientais. Esses temas endereçam assuntos que são relevantes para a sociedade e significativos para o setor financeiro no Brasil e em todo o mundo. Cada um deles representa um guarda-chuva sob o qual organizamos nossas prioridades, facilitando identificar sinergias e oportunidades de melhorias nos processos, produtos e relacionamentos do banco.Clique aqui para mais informações a esse respeito.


O que significa Educação Financeira para o Itaú Unibanco?

É entender as necessidades das pessoas para oferecer conhecimento e soluções financeiras adequadas, contribuindo para que indivíduos e empresas tenham uma relação saudável com o dinheiro.

Como elemento essencial para o funcionamento da economia, o papel de um banco não é apenas o de oferecer produtos financeiros, mas também o de mostrar a melhor maneira de usá-los.

Nesse sentido, promovemos o amadurecimento da cultura financeira entre nossos colaboradores, clientes e a sociedade, disseminando conhecimentos e informações que ajudem as pessoas a se planejar e a fazer bom uso dos produtos financeiros. Fazemos isso por meio de recursos inovadores, como o site interativo www.itau.com.br/usoconsciente/, os tutoriais em vídeo, disponíveis no site, e outras ferramentas, como simuladores. Para saber mais, leia a matéria sobre o tema.

Qual é o significado do pilar Diálogo e Transparência? Por que o Itaú Unibanco elegeu esse foco?

É construir relações de confiança e perenes para melhorar nossos negócios e gerar valor compartilhado.

Buscamos manter um diálogo contínuo com todos os nossos públicos, procurando entender e endereçar as suas demandas e expectativas. Nessa interação, está a oportunidade para aprimorar nossos negócios, inspirar transformações positivas e engajar mais e mais pessoas nas mudanças que devem ser feitas. Esse é o caminho para construirmos relações de longo prazo, que tragam resultados benéficos para todos os envolvidos. Para isso, desenvolvemos um grande número de iniciativas, que abrangem nossos diferentes públicos. Para conhecê-las, leia a matéria sobre o assunto.

Qual o significado de "Riscos e Oportunidades Socioambientais"? De que maneira risco e oportunidade andam juntos?

É buscar oportunidades de negócios e gerir riscos socioambientais considerando tendências de mercado, regulamentações, demandas de clientes e da sociedade.

Ao considerar as questões sociais e ambientais, além das econômicas, em nossas decisões, aprimoramos a gestão do risco. E isso é essencial em qualquer empresa. Ao mesmo tempo, identificamos oportunidades para inovar os negócios. Na hora de analisar a concessão de crédito a uma empresa, observamos aspectos como licenças ambientais e certificações obrigatórias. Quando identificamos um problema, orientamos o cliente na solução. Forma-se, assim, um círculo virtuoso: fazemos negócios, o cliente melhora seus processos e reduz seus impactos ambientais, beneficiando toda a sociedade. Outro exemplo é o microcrédito. Ao prover recursos a pequenos empreendedores muitas vezes excluídos do sistema financeiro, eles fortalecem seus negócios e melhoram a qualidade de vida de suas famílias e comunidades. Para saber mais, leia a matéria sobre o assunto.

Gostaria que o Itaú Unibanco apoiasse o meu projeto. Como faço?

Envie um e-mail para sustentabilidade@itau-unibanco.com.br

Onde posso encontrar informações para meu trabalho ou pesquisa acadêmicos?
Navegue pela seção No seu Dia a Dia do site www.itau.com.br/sustentabilidade:

Nas demais áreas do site, estão disponíveis conteúdos que mostram como a sustentabilidade está inserida na gestão e governança do Itaú Unibanco, em seus produtos e serviços e relacionamentos.

Como faço para enviar sugestões para a área de sustentabilidade do Itaú Unibanco?
Envie um e-mail para sustentabilidade@itau-unibanco.com.br